Será que me lembro quem sou?

X CLOSE
+
              Home    Message Archive Theme
be-sex:

 
Por que regou as flores se não iria ficar para primavera?
- Guilherme  (via aprendizdepoeta)

(Fonte: s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)


Tu destingue o real de fictício
Pois só assim vais perceber o que há de bom no vício
Noites a chamar por ti, e quem és tu?
Algo esquisito, mas no fundo eu acredito…
Pois Tu para teres não precisas de tirar dois
Podes dividir e ainda ficas a ganhar depois
Ficas bem contigo próprio
Todo o bem que tu fazes em prol desse próximo…
Eu estou no primeiro acto
Diz-me a sensação de encarar alguém que finja
A reação de fazer viagens para um abismo
A pulsação a aumentar e ficares com a vid por um risco…

Parte para lugares distantes…
Pára!
Para pensar por instante…
Sara…
A ferida que vinha de antes
Nada…
Faz com que tu te levantes
NADA!

Resolves tudo com bebida
Para quê se amanha acordas se motivo e nada motiva?
Já te vi lá de cima, depois lá de baixo
Falava para ti mas tu não ouvias o meu canto
Eu viajo entre o bem e o ódio
Em cenários de drama pinto papiro com ópio…